Um caso recuperável

Em ano de vestibular, Capitães da Areia, obra de Jorge Amado, é um dos livros obrigatórios. Narra a história de meninos de rua que, ao invés de representarem simplesmente meninos delinquentes, Jorge Amado os coloca como heróis malandros, cheios de defeitos e qualidades que o humanizam. Com isso, descobri a história real de Roberto Carlos Ramos, que mais parece um personagem de Capitães da Areia. Como é uma história digna de um conto, resolvi escrevê-lo.

 Conto: Um caso recuperável

Soube da história de Roberto Carlos Ramos através de algumas entrevistas e um texto escrito por ele em que é citada a difícil infância que vivenciou, no livro O Pequeno Príncipe me disse. Além disso, é sobre o Roberto que o filme O Contador de histórias se trata. Mas escrevi meu conto apenas juntando alguns relatos das entrevistas e do texto. Espero que gostem =)

Anúncios

3 comentários sobre “Um caso recuperável

  1. A pedagoga francesa foi um anjo que apareceu na vida dele. Pena que isso não acontece com todos os meninos de rua. Quanta sensibilidade você tem!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s