Corredores metafísicos…

Imaginação à solta leva a caminhos misteriosos
Tanto que já me perguntaram uma vez:
Como seria a USP à noite?
Na madrugada, majestosamente silenciosa?
Então me peguei em devaneios…
A luz pálida encobriria os corredores da Filosofia
Fraca luminosidade que proporciona o saber em qualquer circunstância
Que nunca se apaga, mesmo com o fechar de uma última porta.
Talvez soassem pelos corredores os sussurros dos que já se foram?
Heidegger dialogaria com Descartes animadamente!
Quem sabe?
As árvores que adornam os arredores
Farfalham ao leve soprar da sabedoria, à espera da completa luz do dia seguinte.
Dentro delas a seiva matemática as alimenta
E os galhos buscam agarrar a verdade a todo custo.
As raízes metafísicas se prendem ao passado.
Então sossegam ao ver que são lindamente limitadas.
Nos dias e nas noites aquele prédio ganha encantos incomensuráveis…
 
P.S. Para os uspianos, especialmente a Renata que fez a pergunta “como seria a USP de madrugada?”
Anúncios

6 comentários sobre “Corredores metafísicos…

  1. Achei o poema fantástico! Creio que esta é a descrição mais bela que fizeram do departamento de filosofia da FFLCH, certamente deveria ser publicado no site do departamento e impresso em toda DISCURSO. Simplesmente lindo, é um orgulho para todo estudante da filosofia usp, esse seu poema!

    Curtir

  2. Que lindo, André! Muito, muito obrigada! Ah, meu poema é humilde, que isso! Não merece estar em toda Discurso, imagine, ao lado de textos incríveis do Bolzani, da Maria das Graças? Quem sabe em um futuro livro que eu farei de poesias, né?

    Curtir

  3. “Nos dias e nas noites aquele prédio ganha encantos incomensuráveis…”

    Marina, não sei como agradecer a homenagem…
    O poema é simplesmente…emocionante!
    É uma declaração de amor incondicional à Filosofia e à USP.
    Sinto-me orgulhosa de fazer parte daquele prédio e particularmente de ser sua amiga.
    Quando percorro aqueles corredores, compreendo nitidamente o que é estar “à espera da completa luz do dia seguinte”.
    Renata

    Curtir

  4. Você deixou fluir nesse poema todo o seu sentimento de amor, alegria, respeito, admiração e realização que você está vivendo em relação a USP, a Filosofia, a FFLCH e a seus novos amigos. Parabéns por essa etapa de sua vida. Você merece!!!

    Curtir

  5. Curti o poema. Muito bom. ^^

    Se bem que no meu caso sempre imaginei a USP mais assustadora à noite (se bem que alguns lugares de lá são assustadores até durante o dia, vide as aulas de Cálculo) =D

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s