Lembrete

Quero deixar somente um lembrete
Eu quero ser aquele que não deixa sua felicidade se afetar
Por uma ação ou palavra torta. 
Aquele que aproveita as raras amizades, que veem como valiosa a companhia ao lado.
Não quero a pessoa que se veste com um sobretudo refletindo ao mundo uma faceta irreal
Quero uma humanidade que busca fazer memoráveis os poucos minutos de simples balbuciar.
Quero mais pessoas que ficam até o final da festa,
Quero longe dessa residência quem não se doa por inteiro,
Quem sai à francesa, deixando o presente em qualquer canto da casa!
A humanidade precisa de mais carinho pelo outro,
Sem viver temerosamente ao demonstrar o que sente.
Esse alguém pode ser fictício, talvez nesse sujeito caiba o mundo inteiro!
Mas confrontar-me-ei com ele,
Sujeito pertencente à vida de qualquer pessoa,
Marcando a cada passo o lembrete que fiz.
O convite que faço é o de lançar-se ao mar
À infinidade de nomes desconhecidos na História,
Entrar em um mundo que nunca me pertencera,
Respirar a vida de um conhecimento infinito,
Ficar sem fôlego com a presença de quem busca o mesmo.
Lançar-me-ei pela multidão, tentando alcançar um significado,
Na rua que me sustenta, no latido do cachorro, no pão quentinho assando na padaria.
Quero abraçar um mundo receptivo aos vários mundos que quero fundar!
Anúncios

5 comentários sobre “Lembrete

  1. Eu li!!! Amelie Poulain na cabeça, pois tiramos a beleza do simples, tiramos o que vai nos fazer felizes. Realmente, hora de se desligar do que nos faz mal e apreciar a beleza escondida em um barulhinho da chuva, no calor do pão quentinho ou no sabor do morango, e assim, encontrar a paz dentro desse mundo que, muitas vezes, se torna caótico por conta de terceiros que tentam nos fazer mal.

    Curtir

    • Nati, você realmente sacou que a referência é o filme Fabuloso destino de Amélie Poulain, que lindo! A primeira versão que fiz desse poema era revoltado, angustiado como Álvaro de Campos costuma ser haha Mas, depois de umas semanas, consegui encontrar esse caminho, de tornar o que é ruim em algo proveitoso e focar no que realmente importa! De qualquer forma a poesia serve para isso!

      Curtir

  2. Existem pessoas maldosas e que não são capazes de reconhecer o trabalho que fazemos, não prestam atenção em detalhes singelos, no real significado da vida, pois só estão concentradas no dinheiro. Muito menos valorizar alguém. Mas temos que nos livrar dessa energia, fazer uma limpeza mental e concentrar naquilo que acreditamos, na vida boa que podemos ter, na companhia das pessoas que amamos e na certeza de que estamos fazendo algo de bom. Simplesmente ser feliz! Adorei seu poema, você sempre me surpreendendo.

    Curtir

  3. Na minha humilde opinião, Ma, você destoou do tema do seu poema. O título diz “lembrete”, mas durante o poema inteiro você fala de aspectos emocionais do eu-lírico (aspirações, desejos, sentimentos). Creio que lembrar remete a um ato racional, portanto o texto deveria ser menos narrativo e mais descritivo. Essa é minha opinião.

    Curtir

    • Bru, o lembrete seria exatamente o de deixar marcado o fato de que o eu-lírico precisa lembrar desses momentos para que não deixe a sua felicidade ser afetada. Apresentar fatos e emoções não deixa de ser o modo de exemplificar o primeiro verso. Razão e emoção estão juntas, e o poema é a forma de expressar justamente esse encontro. Pensando racionalmente, após citar essas situações e desejos por todo o poema, o lembrete é de que há mundos para descobrir, grandiosos demais para que se ocupe com essas situações corriqueiras e que decepcionam, sabe? Enfim, o poema é um lembrete para mim, uma forma de não esquecer como agir depois de várias reflexões (:

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s