crônicas · meditações do mestrado

Memórias incendiárias, burnout: A escrita vem do fogo

Tenho uma história real e antiga, que venho elaborando desde 2019, para contar. Redigi mil vezes os eventos nos diários, esperando por esse instante para organizar tudo e contar finalmente a um leitor. Daquelas que carregam o insólito encantador e estranho das histórias fantásticas de um conto de Jorge Luis Borges, ou dos contos de… Continuar lendo Memórias incendiárias, burnout: A escrita vem do fogo

cinema · matérias · resenhas

Cruella encanta com um espetáculo pelo figurino

O filme live-action Cruella estreou no Disney+ e, em pouco tempo, já virou um queridinho entre os projetos da Disney. Divertido e ácido, o filme ganha muitos pontos principalmente pelo figurino criado na tela. Com clara inspiração em Diabo veste Prada, Cruella ascende por brincar com a criatividade entre botas e vestidos. Na história, Cruella… Continuar lendo Cruella encanta com um espetáculo pelo figurino

poemas

Dia de ventos triunfantes

créditos: Lauro Alves / Agência RBS. Zero Hora Abri os jornais na manhã de segunda e lá vi A falsa liberdade em trajes de fascismo Decaída dos infernos, enfim. Acertada pela lança do vento, Mãos leves d'uma heroína invisível. Fadas, talvez? Mas então lembrei: com Dylan aniversariante Neste dia de ventos triunfantes, Pois bem, a… Continuar lendo Dia de ventos triunfantes

meditações do mestrado

O canto das sereias: a travessia pelo mestrado

Ainda no momento de processar o acontecimento, mas esses dias eu me tornei mestre em Filosofia. Defendi minha dissertação sobre as mulheres figuradas nas obras do pintor Édouard Manet, após nove anos convivendo com as obras desde a iniciação científica. Ponderei muito sobre como contar algo assim, pensei em simplesmente deixar no silêncio, porque mesmo… Continuar lendo O canto das sereias: a travessia pelo mestrado