literatura · prosa poética

Pés suspensos em devaneios

Hoje, André acordou diferente. Os pés formigavam quando levantou da cama. Parecia que não era mais um adolescente. Olhou-se no espelho, a barba por fazer o tornava mais adulto, mas não era isso. Os pés formigavam, o coração disparava. Pode-se dizer que era um dia comum. André descia as escadas, sentava-se na mesa, cortava o… Continuar lendo Pés suspensos em devaneios

crônicas · filosofia · literatura

Negação

Não penso que saiba muita coisa. A melancolia que me envolve por essa constatação não tem nenhum fundo socrático. Não, não quero parecer demonstrar uma sabedoria que não tenho. Isso fica com Sócrates. Não li muitos dos livros que a maioria considera clássicos da Literatura. Dostoievski, Hemingway, Tolstói. Gostaria de lê-los com o mesmo ímpeto… Continuar lendo Negação

filosofia · poemas

Corredores metafísicos…

Imaginação à solta leva a caminhos misteriososTanto que já me perguntaram uma vez:Como seria a USP à noite?Na madrugada, majestosamente silenciosa?Então me peguei em devaneios...A luz pálida encobriria os corredores da FilosofiaFraca luminosidade que proporciona o saber em qualquer circunstânciaQue nunca se apaga, mesmo com o fechar de uma última porta.Talvez soassem pelos corredores os… Continuar lendo Corredores metafísicos…