arte · matérias

OBRA DE ARTE DA SEMANA | Vaidade, de Frank Cadogan Cowper

Publicado no site Artrianon  Vaidade (Vanity), de Frank Cadogan Cowper, é uma pintura de 1907. Nela, uma personagem com fios dourados e vestes suntuosas olha o espelho com uma espiadela curiosa e séria. Sabendo que o seu olhar significava uma condenação: o fascínio pela própria imagem. Um fascínio muito humano. Com este título, a referência à… Continuar lendo OBRA DE ARTE DA SEMANA | Vaidade, de Frank Cadogan Cowper

cinema · resenhas

Crítica | Roma: cinema, poesia e o feminino na América Latina

Publicado no site NotaTerapia Vencedor de vários prêmios incluindo o Leão de Ouro do Festival de Veneza 2018, BAFTA e Globo de Ouro em Melhor Filme estrangeiro, Roma promete se destacar no Oscar. Dirigido por Alfonso Cuarón, trata-se de um filme especial por entre as indicações deste ano. É o primeiro a ser indicado de… Continuar lendo Crítica | Roma: cinema, poesia e o feminino na América Latina

cinema · resenhas

Crítica | A esposa: a invisibilidade da mulher escritora e os “gênios” medíocres

Publicado no NotaTerapia A proximidade do enredo de A esposa com a história de diversas mulheres no mundo é a tensão permanente do filme indicado ao Oscar 2019. Mulheres que sacrificam sonhos porque precisam doar-se por completo em casa, sem encontrar espaço para projetos pessoais. Das mais simples atividades, tempo de privacidade para a saúde mental, até… Continuar lendo Crítica | A esposa: a invisibilidade da mulher escritora e os “gênios” medíocres

cinema · resenhas

Crítica | Lizzie

A história de Lizzie, filme dirigido por Craig Macneill, converge à crítica sobre o século XIX que cria narrativas em torno do feminino como o belo mal e o perigoso, e a perniciosa reverência aos homens. O poder sem rédeas de chefes de família, os quais podiam ameaçar internar suas filhas, e os assédios morais… Continuar lendo Crítica | Lizzie

cinema · resenhas

Crítica | Millennium: A Garota na Teia de Aranha

Um passado traumático, um rompimento e um lançar-se no abismo para se salvar. Essa é a história que compõe Lisbeth Salander, uma anti-heroína que ataca homens que agridem mulheres. A personagem, presente na trilogia de livros Millennium – Os homens que odeiam as mulheres, de Stieg Larsson, icônica no cinema com duas adaptações, uma americana,… Continuar lendo Crítica | Millennium: A Garota na Teia de Aranha

arte · cinema · resenhas

Crítica | Gauguin: Viagem ao Taiti

Publicado no site A Toupeira A história de Gauguin – Viagem ao Taiti (Gauguin: Voyage de Tahiti) é baseada no diário de viagem do pintor Paul Gauguin, chamado Noa Noa, de 1893. Largando tudo em Paris, a esposa e os filhos, Gauguin viaja para a Polinesia, com o objetivo de retratar essa cultura na qual ele se sentia parte… Continuar lendo Crítica | Gauguin: Viagem ao Taiti

cinema · resenhas

Crítica | Você nunca esteve realmente aqui

Publicado no site A Toupeira “Você nunca esteve realmente aqui” (You were never really here) é uma obra de beleza estética muito bem composta e com uma narrativa misteriosa. Lynne Ramsay entrega um filme enigmático, que exige do espectador montar o enredo pouco a pouco, prevalecendo o suspense. Acompanhamos Joe (Joaquin Phoenix) em seu trabalho de assassino… Continuar lendo Crítica | Você nunca esteve realmente aqui

cinema · resenhas

Crítica | Desobediência

Publicado no site CF Notícias Por entre os animais e a natureza, só os homens podem ser desobedientes. É com esta premissa que o filme Desobediência, dirigido por Sebastián Lelio, apresenta aos poucos a história de amor da fotógrafa Ronit (Rachel Weisz) e a paixão de sua juventude, Esti (Rachel McAdams) em meio aos dogmas… Continuar lendo Crítica | Desobediência

cinema · resenhas

Crítica | Oito mulheres e um segredo

Publicado no site CF Notícias Após sair da prisão, Debbie Ocean (Sandra Bullock) volta a procurar sua parceira de crimes, Lou (Cate Blanchett), com o objetivo de executar um plano que arquitetou nos cinco anos de prisão: roubar um colar Cartier avaliado em 150 milhões de dólares, durante o evento do Met Gala. Para isso,… Continuar lendo Crítica | Oito mulheres e um segredo

história · literatura · livros · resenhas

Vulgo Grace, de Margaret Atwood

Publicado no site Artrianon Vulgo Grace, de Margaret Atwood Rocco, 511 páginas. A loucura não é uma ausência, nem um mudar-se para outro lugar, mas é outra pessoa que entra. Com essas palavras, a protagonista de Vulgo Grace, livro de Margaret Atwood, estabelece-se a possibilidade de que o terreno em que adentramos é o de alguém… Continuar lendo Vulgo Grace, de Margaret Atwood