cinema · resenhas

Studio Ghibli | O serviço de entregas da Kiki: o descanso para voar

No dia em que assisti à animação do Studio Ghibli, de 1989, O serviço de entregas da Kiki, foi com um apelo ao descanso. Estava exausta da ansiedade, das inseguranças por produtividade, me sentindo no limite do esgotamento mental, com mestrado em quarentena. Então resolvi voltar ao hábito de ver animações, pela saudade da infância.… Continuar lendo Studio Ghibli | O serviço de entregas da Kiki: o descanso para voar

arte · resenhas

Five Foot Two | A arte e as dores no documentário de Lady Gaga

Publicado no site Notaterapia Na sexta (22), a Netflix liberou o documentário da cantora e compositora Lady Gaga, Five Foot Two. Dirigido por Chris Moukarbel, acompanhamos as gravações em 2015 do álbum Joanne, a fase de Gaga após a turnê de Born this way que consagrou a cantora pop, e a preparação para a sua… Continuar lendo Five Foot Two | A arte e as dores no documentário de Lady Gaga

crônicas · literatura · prosa poética

O que fazer quando você não sabe do que escrever

Coluna semanal no Fashionatto  Definitivamente isso já ocorreu com inúmeros humanos mundo afora. O terrível vazio não no espaço, mas nesse bloco branco que chega a sufocar porque dele não sai ficção. As ideias estão até anotadas, as premissas estão lá de possíveis personagens, mas e o clímax? Qual é a motivação do enredo? Não… Continuar lendo O que fazer quando você não sabe do que escrever

arte · filosofia · literatura · poemas

Ofício

Ideias discorrem pela canetaEsboço que já respira e incendeia.No tempo legislador da ampulheta,Ao acordar, a vida me esbofeteia. Busco nas esquinas a epifania.Foge de meu traço a imaginação?O mundo me reprime em anarquiaDo infinito busco uma só visão. Avante à luta! Com um lápis e espada Torno em escrever heroico meu ofício! É da luta que crio grande arte. Assim,… Continuar lendo Ofício

literatura · poemas

Poeta

A verdade é que eu queria ser poetaDaqueles que, numa mesa de bar,A alegria e dor num copo se faz cultivarE do real esse vagabundo é um profeta. Ou o poeta de alma desgraçadaCom a alegria pendendo, cansada Ultrarromântico desiludido com o mundo e consigo. Ou quem da infância extrai belezaEmociona pela delicadeza.Mesmo já adulto tem dramas incertosQuanto a… Continuar lendo Poeta

contos · filosofia · literatura

Sinestesia e inspiração

Hoje o meu blog completa 2 anos e nada como postar um texto que aborda a inspiração para a escrita, um mundo à parte em que cabem as ficções e a imaginação sem limites, explorando a sinestesia das cores, da música e das texturas. Além disso, é uma relação ao tema do blog, um mundo lúdico em… Continuar lendo Sinestesia e inspiração

filosofia · poemas

Corredores metafísicos…

Imaginação à solta leva a caminhos misteriososTanto que já me perguntaram uma vez:Como seria a USP à noite?Na madrugada, majestosamente silenciosa?Então me peguei em devaneios...A luz pálida encobriria os corredores da FilosofiaFraca luminosidade que proporciona o saber em qualquer circunstânciaQue nunca se apaga, mesmo com o fechar de uma última porta.Talvez soassem pelos corredores os… Continuar lendo Corredores metafísicos…

literatura · poemas

Entre a pena e a palavra

A pena calada aguarda as palavrasO contorno leve de uma letraPara desenhar no papel.Sombras de ideiasVagam por um desertoAnsiosas pelo encontroEntre sombra e corpo.Ideias fugidiasOlham sarcásticas,Desviando da pena.Fogem divertidas pelo deserto.Pontos de exclamação!Interrogação?Deixam a trilha na areiaUm pensamento vindo à tona.A pena segura carinhosamente a mão da palavraE encaminha-a para o papelA inspiração toma conta… Continuar lendo Entre a pena e a palavra