arte · intercâmbio 2015/2016 · literatura · poemas

Cité

  Se pudesse deixar em seu chão Parte de minha pele, suor, Sangue e ossos, Deixaria aqui meu corpo, Para repousar, enfim, Toda vez que a rotina mata esperança. Na lembrança que você arrasta, Pelas suas cores, formas e gostos, Assim, fundaria, meu paraíso mental. Cidade cheia de morte renascida, Eu deixaria, em cada canto,… Continuar lendo Cité