Ensaio fotográfico transforma desenhos infantis em realidade

Matéria publicada no site Literatortura 

Toda criança já sonhou com seus desenhos se tornando cenas reais de sua vida. Não exatamente desenhos de monstros ou pesadelos que ela possa ter tido, mas sim de mundos imaginários, criaturas fantásticas, o sonho de voar como Peter Pan. O desenho se torna uma das primeiras expressões dos desejos infantis, uma forma de começar a colocar os seus sonhos e intenções, enquanto se está crescendo, no papel.

É comum ver crianças fazendo desenhos de sua família, como elas a compreende, de casas com um sol no céu sorrindo ao canto da folha. É a maneira de canalizar a imaginação que está se formando num período em que ficção e realidade se confundem. Aos poucos elas vão se tornando lembranças e aprendemos a discernir um pouco o que pode ter sido imaginado. Mas a verdade é que a memória é um campo dúbio no qual a linha que divide o imaginário e o real é bem tênue.

 E se esses desenhos se tornassem realidade? O artista plástico coreano Yeondoo Jung decidiu fazer algo meio insano: um ensaio fotográfico recriando cenários irreais de desenhos infantis, como se estivessem num mundo imaginário. Por isso, um de seus maiores trabalhos é conhecido como “Wonderland”, o País das Maravilhas, de Alice.  Ele selecionou desenhos de crianças entre 5 a 7 anos, levando quatro meses para o artista selecionar 1.200 croquis nos jardins de infância de Seul. Assim, em 15 de julho de 2010, após ter convencido cinco estilistas a criar as roupas para os ensaios, a Emmanuel Perrotin Gallery, em Paris, dedicou uma exposição com os desenhos e as fotos de Jung.

 É fascinante ver até onde vai a imaginação das crianças, desinibida e longe de censuras. As fotos podem soar estranhas quando as vemos, mas é justamente porque hoje se tornou incomum imaginar o mundo dessa forma. A sensação que temos ao olhar as fotos é que realmente fizemos desenhos desse tipo quando éramos crianças e agora finalmente vemos como poderiam ser na realidade, mas com uma releitura livre, deixando para a gente a chance de imaginar, novamente, outras possibilidades para esse desenho. Desta forma, a foto não limita seu significado, apenas proporciona uma leitura divertida e sem compromisso da real grandiosidade do desenho infantil.

O resultado pode ser conferido abaixo! Os desenhos lembram algum que você tenha feito quando criança?

fonte.

Revisado por Amanda Prates.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s