poemas

Dia de ventos triunfantes

créditos: Lauro Alves / Agência RBS. Zero Hora

Abri os jornais na manhã de segunda e lá vi

A falsa liberdade em trajes de fascismo

Decaída dos infernos, enfim.

Acertada pela lança do vento,

Mãos leves d’uma heroína invisível.

Fadas, talvez?

Mas então lembrei: com Dylan aniversariante

Neste dia de ventos triunfantes,

Pois bem, a derrubada dos homens vem

A resposta, meu amigo, está soprando pelo vento

A resposta está soprando pelo vento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s